Croquete de Inhame com Pimenta

    Por Anah Locoselli, @alimentacao_integrativa

    Existem presentes que a vida nos dá e por muitas vezes passam desapercebidos. Valorizar cada instante do dia possibilita estar mais atento, mais presente, perder menos oportunidades, aproveitar mais a vida, todas as suas belezas e gostosuras.

    Você já botou reparo nos presentes que ganha a cada dia? Já sentiu o prazer em  abrir os olhos e poder curtir a paisagem que se apresenta? Já apreciou um abraço que fez seu coração pular de alegria?

    Quando você começa botar reparo no monte de benções que recebe a cada instante a vida vai ganhando um ar de festa, te convidando a celebrar, sorrir, cantar, amar.

    Para festejar a beleza da vida que tal uns croquetes de inhame com pimenta cambuci?

    Ingredientes do Croquete

    • 400g de inhame
    • 2 colheres de sopa de talo de agrião (ou salsinha)
    • 1 colher de sopa de Tahine Cru Bioporã
    • 2 colheres de sopa de polvilho doce
    • 1 colher de sopa de farinha de mandioca
    • ¼ de colher de chá de cominho em pó
    • 1 colher de sopa de azeite
    • sal e temperos a gosto

    Topping de Pimenta

    • 4 pimentas cambuci
    • ½ colher de sopa de azeite
    • sal a gosto
    • pimenta biquinho para decorar (opcional)

    Modo de Fazer

    Descasque o inhame e cozinhe em água até ficar macio. Escorra a água e amasse o inhame com um garfo. Coloque em uma tigela o inhame amassado, o tahine, os talos de agrião, o azeite, o cominho e o sal, misture até integrar todos ingredientes. Acrescente o polvilho doce e a farinha de mandioca e misture até obter uma massa uniforme.

    Molde os croquetes fazendo bolinhas e achatando com as mãos. Para grelhar, utilize uma frigideira levemente untada com azeite, ao fogo alto. Coloque os croquetes, aguarde um minuto e diminua o fogo. Deixe cozinhar por 3 minutos e vire os croquetes. Aumente o fogo e aguarde um minuto, abaixe o fogo e aguarde 2 minutos, ou até ficarem tostados. Retire do fogo e reserve.

    Topping

    Retire as sementes da pimenta cambuci e corte-as em tirinhas. Leve uma frigideira ao fogo com o azeite, a pimenta cambuci e o sal. Salteie por dois minutos. Retire do fogo e distribua sobre os croquetes. Decore com pimenta biquinho em conserva e sirva com Tahine ou Cajuhine Bioporã.

    Celebre a oportunidade do alimento, da vida!!!

    Comer X Comungar

    coração_vegetais

    A Alimentação Integrativa reconhece no alimento uma ferramenta que pode expandir sua conexão com você mesmo, com suas vontades internas, com aquilo que te faz rir, o seu coração pulsar, e traz encantamento para cada instante do dia.

    Desenvolver uma postura atenta ao alimentar-se conduz à sabores únicos, relativos a cada um de nós, despertando dons e habilidades individuais, convidando a apreciar o Ser que você É. Trazer consciência para o processo alimentar é muito simples, permite saber o que nutre e o que está sendo nutrido, uma brincadeira que envolve o perguntar e escutar.

    Com uma postura confiante e atenta o questionamento acontece: “Estou com fome?”, “Preciso me alimentar?”, “O que sacia a minha fome?”, “O que estou nutrindo?”, “Este alimento me nutre de verdade?”, “Que sensações este alimento desperta?”, “Este alimento me traz vitalidade?

    E quem vai responder? Você!!!

    Se alimentar ficará muito mais divertido! Diante de um alimento experimente, faça a pergunta que quiser, peça para ter consciência, confie, a intenção de querer saber te trará a resposta. Fique atento ao que vier: pode surgir uma palavra, uma sensação no corpo, o coração saltita, a barriga contorce, o riso acontece, um desequilíbrio, uma pontada de dor… Com o saber revelado você faz sua escolha, baseada numa verdade que veio de dentro de você, que diz respeito a sua história, ao seu momento de vida.

    Nesta brincadeira, você descobre que pode acessar este saber interno quando quiser, para o que quiser, e de repente abre mão da necessidade de pedir conselhos, de achar que o outro tem a melhor solução para você, da dúvida que faz ecoar o “será?”. O hábito de procurar a verdade interior, alimenta a intuição, faz a autoconfiança crescer, fortalecendo o seu poder para transformar e realizar suas vontades. Você se sente grande, nutrido de verdade, acredita que pode e faz acontecer!

    A escuta atenta e amorosa afasta julgamentos, críticas e culpa. Chega como um convite para abandonar o que já foi, desenvolvendo um olhar diferente, transformando velhos hábitos, assumindo uma nova postura. Você descobre que pode realizar suas escolhas alimentares, deixando vir à tona os sentimentos ali embutidos, fazendo uma grande faxina e liberando todo peso extra. Ufaaaaaaaa! Você se sente mais leve, solto, descontraído.

    Os alimentos passam a revelar algo além de seus nutrientes. Existe a transição do comer para o comungar. Alimentar-se é uma oportunidade de praticar a escuta, estreitar e fazer crescer o vínculo com a sua verdade.

    Por Anah Locoselli.

    Pãozinho de Quinoa e Açafrão da Terra

    Estes pãezinhos são uma opção prática para uma dieta livre de glúten e chegam com o convite para novas criações, onde você pode seguir sua intuição, sua inspiração, e acrescentar diferentes especiarias, temperos e sementes. Dê o seu toque, revelando o seu sabor!

    Ingredientes:

    •  ½ xícara de quinoa em grãos orgânica
    • 1 xícara de farinha de arroz integral orgânico
    • 4 colheres de sopa de polvilho azedo
    • 2 e ½ xícaras de água
    • 1 colher de sopa de Tahine Cru Bioporã
    • 2 colheres de sopa de alecrim
    • 1 colher de chá de açafrão da terra (cúrcuma)
    • sal marinho

    Modo de fazer:

    Leve ao fogo, a quinoa e 1 xícara de água, cozinhando até secar a água. Em uma vasilha, coloque a quinoa cozida, a farinha de arroz, o polvilho azedo, o tahine, o açafrão, o alecrim, e o sal, misturando com as mãos e integrando todos ingredientes.

    Aqueça 1 e ½ xícara de água e incorpore à massa. Com uma colher distribua a massa em uma assadeira untada. Leve para assar por aproximadamente 30 minutos. Deixe os pãezinhos esfriarem e saboreie com Molho de Tahine (tahine + limão + sal + água).

    Pãezinhos com Tahine Cru Bioporã, por Anah Locoselli.

    Pãezinhos com Tahine Cru Bioporã, por Anah Locoselli.

     Nesta “estréia” do Blog, além de compartilhar uma receita, pedimos para os Nutrichefs Bioporã responderem 3 perguntinhas para a gente conhecer um pouquinho mais sobre eles… Confira as respostas da Anah Locoselli:

    • O que é saúde para você?

    Sentir vontade de sorrir, cantar, dançar, brincar, interagir, inspirar vitalidade, expirar amor. Equilíbrio que se faz e transborda, permissão para ouvir e manifestar estados de completude, integridade, plenitude. Um querer permanecer e Ser Todo, deixar pulsar e expandir o estado natural, livre de interferências, bloqueios, negações, um “SIM” dito como um todo que acolhe e agradece a dádiva da vida, reconhecendo a beleza de aqui estar manifestando a perfeição do Ser, a sua saúde.

    •  O que é alimento de verdade para você?

    Estar atento às escutas do corpo permite reconhecer o que nutre, como, e porque, trazendo recursos para saber distinguir o que de fato é alimento, uma aventura que convida a saborear, permitindo amplificar seu conceito. A consciência revela que somente o que promove equilíbrio, vitalidade, harmonia, paz, confiança, bem estar, pode ser nomeado alimento.

    • Qual seu conselho para quem quer manter uma alimentação saudável e tem pouco tempo para preparar seus alimentos?

    Um querer apropriar-se de uma alimentação saudável às vezes esbarra na falta de tempo, contudo é possível trazer agilidade e fluidez ao cozinhar simplesmente adotando o hábito da presença. Estar absorto no momento presente permite desenvolver o poder de foco e atenção plena, gerando recursos que otimizam o preparo do alimento, levando embora distrações que consomem tempo e alimentam desculpas, dificultando assumir a vontade de integrar uma nova postura alimentar. O Ser presente é consciente de seu poder de escolha e sabe que pode gerir sua vida, realizando aquilo que realmente quer. Com o “SIM” dito ao querer, entrar na cozinha convida a sintonizar com o alimento, facilitando seu manuseio e ativando o processo criativo para elaboração de pratos no tempo disponível.