Comer X Comungar

coração_vegetais

A Alimentação Integrativa reconhece no alimento uma ferramenta que pode expandir sua conexão com você mesmo, com suas vontades internas, com aquilo que te faz rir, o seu coração pulsar, e traz encantamento para cada instante do dia.

Desenvolver uma postura atenta ao alimentar-se conduz à sabores únicos, relativos a cada um de nós, despertando dons e habilidades individuais, convidando a apreciar o Ser que você É. Trazer consciência para o processo alimentar é muito simples, permite saber o que nutre e o que está sendo nutrido, uma brincadeira que envolve o perguntar e escutar.

Com uma postura confiante e atenta o questionamento acontece: “Estou com fome?”, “Preciso me alimentar?”, “O que sacia a minha fome?”, “O que estou nutrindo?”, “Este alimento me nutre de verdade?”, “Que sensações este alimento desperta?”, “Este alimento me traz vitalidade?

E quem vai responder? Você!!!

Se alimentar ficará muito mais divertido! Diante de um alimento experimente, faça a pergunta que quiser, peça para ter consciência, confie, a intenção de querer saber te trará a resposta. Fique atento ao que vier: pode surgir uma palavra, uma sensação no corpo, o coração saltita, a barriga contorce, o riso acontece, um desequilíbrio, uma pontada de dor… Com o saber revelado você faz sua escolha, baseada numa verdade que veio de dentro de você, que diz respeito a sua história, ao seu momento de vida.

Nesta brincadeira, você descobre que pode acessar este saber interno quando quiser, para o que quiser, e de repente abre mão da necessidade de pedir conselhos, de achar que o outro tem a melhor solução para você, da dúvida que faz ecoar o “será?”. O hábito de procurar a verdade interior, alimenta a intuição, faz a autoconfiança crescer, fortalecendo o seu poder para transformar e realizar suas vontades. Você se sente grande, nutrido de verdade, acredita que pode e faz acontecer!

A escuta atenta e amorosa afasta julgamentos, críticas e culpa. Chega como um convite para abandonar o que já foi, desenvolvendo um olhar diferente, transformando velhos hábitos, assumindo uma nova postura. Você descobre que pode realizar suas escolhas alimentares, deixando vir à tona os sentimentos ali embutidos, fazendo uma grande faxina e liberando todo peso extra. Ufaaaaaaaa! Você se sente mais leve, solto, descontraído.

Os alimentos passam a revelar algo além de seus nutrientes. Existe a transição do comer para o comungar. Alimentar-se é uma oportunidade de praticar a escuta, estreitar e fazer crescer o vínculo com a sua verdade.

Por Anah Locoselli.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website